quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Fim de semestre, fim de estágio, início das novas inquietações ...


E que semestre turbulento, período com greve no meio, mesmo assim chegamos ao fim de nossas atividades, e de uma nova, o nosso Estágio em Gestão, primeira experiencia interventora na escola, de certa maneira chegamos a um momento de nossa formação que nos deixa a pensar, que profissional que ser humano é esse que estamos nos tornando ???, se ao sairmos de um momento de apropriação do conhecimento estamos ainda com um vazio no peito, uma sensação de "e agora ?", durante todo o processo de formação oportunizado pelo estágio sentimos sempre a necessidade de compartilhar com os colegas e professores a nossa sensação de vazio em relação aquele momento da nossa etapa acadêmica, agora que estamos nos aproximando do fim, estamos finalmente descobrindo de que se tratava aquele vazio que sentimos durante o processo, o vazio que sentimos diz respeito a necessidade de apropriação do conhecimento que todos os profissionais da educação têm, a cada desafio que nos era dado, sentíamos o "vazio" do conhecimento que ainda não tínhamos, mas cada etapa que concluíamos adquiríamos novos conhecimentos, novas habilidades. Mesmo assim, hoje ao final dos últimos escritos dessa experiência ainda sentimos um vazio, que não pode ser definido e nem nunca será, esse vazio, nos pedagogas em formação escolhemos para a vida, esse é o sentimento que já pode ser tateado, é o sentimento de que mesmo ao final das etapas de formação que tivemos e que ainda teremos, sentiremos a incontrolável vontade de descobrir coisas novas que nos proporcione nem que seja 00,1% do conhecimento da humanidade. Neste momento não há mais nada por dizer, daqui pra frente serão só inquietações que as nossas estreiantes almas de educadoras nos trarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário